Manual Scooter Scott X Ottobock

Manual Scooter Scott X Ottobock

SCOOTER SCOTT X MANUAL

INTRODUÇÃO

Felicitamos e agradecemos você pela aquisição de um scooter elétrico Scoot X. Desenvolvemos este scooter para oferecer a você possibilidades de transporte tanto em áreas internas como externas.
Estamos orgulhosos por oferecer produtos seguros e confortáveis. Sua plena satisfação é o nosso objetivo. Desejamos a você muito prazer ao utilizar o seu scooter elétrico!
Leia todos os avisos e instruções no manual de utilização antes de colocar em funcionamento o scooter com suas funções confortáveis. Guarde este manual de utilização para poder consultá-lo posteriormente.

PRECAUÇÕES IMPORTANTES

– O scooter elétrico C.T.M. só pode ser utilizado por uma pessoa por vez.
– A carga máxima permitida é de 136 kg.
– Antes de subir ou descer do scooter elétrico, desligue-o com a chave de ignição.
– Dirija sempre com prudência e atenção às pessoas ao redor.
– Utilize as faixas de pedestre sempre que possível. Seja sempre muito cuidadoso ao atravessar a rua.
– Não dirija sobre inclinações com mais de 10 graus e tome extremo cuidado ao girar ou virar em planos inclinados.
– Não vire em plena potência.
– Seja muito cuidadoso e dirija devagar ao dirigir em marcha à ré, em descidas e terrenos irregulares ou ao subir
em uma guia.
– Em terrenos irregulares e declives, dirija sempre na velocidade mais baixa.
– Se a velocidade estiver muito alta, retire as mãos do guidão, fazendo o scooter parar. Estabeleça as condições
seguras necessárias e só então prossiga a condução.
– A carga máxima em função de inclinações diferentes pode ser retirada da tabela seguinte.

– O gradiente de inclinação é influenciado pela capacidade de carga, velocidade de marcha, grau de inclinação da rampa e parâmetros do scooter.
– Evite dirigir em trajetos inclinados longos e em terrenos irregulares, a fim de prevenir danos no motor.
– É preciso dirigir sempre devagar ao atravessar ou andar em aclives, declives, terrenos irregulares, rampas ou
solo macio e não pavimentado como cascalho ou grama.
– Nunca vire em aclives ou declives em alta velocidade, para evitar riscos.
– Em condições muito úmidas pode acontecer de o scooter não funcionar corretamente.
– Nunca deixe o scooter ligado parado na chuva ou tempestade.
– Não utilize o scooter ligado no chuveiro.
– Se entrar em contato direto com chuva ou umidade, as funções elétricas e mecânicas do scooter serão prejudicadas, podendo causar uma ferrugem prematura do scooter.
– Ao parar em um declive, nunca engate o scooter na posição neutra.
– Obedeça o código do trânsito ao utilizar em áreas externas.
– Não se sente ou permaneça no scooter quando for transportado em um veículo.

INTERFERÊNCIAS ELETROMAGNÉTICAS E AVISOS
ATENÇÃO: É de suma importância ler estas informações relativas aos possíveis efeitos de interferências eletromagnéticas sobre o seu scooter elétrico.
Cadeiras de rodas motorizadas e scooters elétricos ligados podem ser suscetíveis a interferências eletromagnéticas. Elas são provocadas pela energia eletromagnética irradiada por sistemas radioelétricos como estações de rádio, televisão e de radioamadorismo (HAM), dispositivos de radiocomunicação e telefones celulares.

Os sinais de interferência gerados pelos sistemas radioelétricos podem fazer com os freios do scooter se soltem de forma autônoma, que o scooter elétrico se coloque em movimento autonomamente ou tome uma direção indesejada. Além disso, os sinais de interferência podem danificar o comando do scooter elétrico de forma irreversível.

A intensidade da energia eletromagnética interferente é medida em volts por metro (V/m). Todos os scooters elétricos são resistentes a irradiações eletromagnéticas até uma determinada intensidade. Isso é denominado “grau de resistência a interferências”.

Quanto mais alto o grau de resistência a interferências, maior a proteção. O estado tecnológico atual possibilita um grau de resistência a interferências de no mínimo 20 V/m, o que oferece uma proteção eficaz contra as fontes usuais de interferências eletromagnéticas.

O grau de resistência a interferências deste modelo de scooter
elétrico é desconhecido.

Em nosso ambiente cotidiano, existem numerosas fontes de campos eletromagnéticos relativamente fortes. Algumas delas podem ser vistas e evitadas sem problemas.

Outras são menos evidentes, o que torna impossível prevenir uma exposição.

No entanto, partimos do pressuposto de que o risco emanado de fontes de interferências eletromagnéticas pode ser minimizado com a observação dos seguintes avisos.

Grosso modo, as fontes de interferências eletromagnéticas podem ser divididas em três categorias:

1. Transmissores-receptores portáteis (dispositivos transmissores-receptores) com uma antena montada diretamente na unidade de transmissão. Exemplos são rádios CB, walkie-talkies, transmissores-receptores de segurança, de proteção contra incêndios e da polícia, telefones celulares e outros dispositivos de comunicação pessoais.

Alguns telefones celulares e dispositivos similares transmitem sinais no estado ligado, mesmo não sendo utilizados.

2. Transmissores-receptores móveis de médio alcance utilizados, por exemplo, em viaturas policiais, ambulâncias, carros de bombeiros e táxis. No caso desses dispositivos, a antena encontra-se montada geralmente no
lado de fora do veículo.

3. Transmissores e transmissores-receptores de longo alcance como instalações comerciais de emissão de rádio
(mastro de antena de estações de rádio e televisão) e transmissores de radioamador (HAM).

Outros dispositivos portáteis como telefones sem fio, laptops, rádios AM/FM, televisores, leitores de CD, toca-fitas e pequenos aparelhos, como barbeadores elétricos e secadores de cabelo, pelo que sabemos, não provocam nenhuma interferência eletromagnética.

Interferências magnéticas e o scooter elétrico:
Por causa do rápido aumento de intensidade da energia eletromagnética ao se aproximar da antena transmissora (fonte), as interferências eletromagnéticas geradas por dispositivos de radiofrequência portáteis (transmissor-receptor) constituem uma preocupação considerável. A utilização desses dispositivos na proximidade do comando do scooter pode expô-lo involuntariamente a uma intensa energia eletromagnética. Isso pode prejudicar o funcionamento e os freios do scooter elétrico. Os avisos a seguir visam evitar possíveis interferências no comando do scooter elétrico.
Avisos:
Interferências eletromagnéticas de fontes como estações de rádio, televisão e de radioamadorismo (HAM), dispositivos de radiocomunicação e telefones celulares podem prejudicar o funcionamento do scooter elétrico. Observe os
avisos abaixo para diminuir o risco de uma liberação involuntária dos freios do scooter elétrico ou de um deslocamento involuntário, pois isso pode causar lesões graves.

1. Não utilize transmissores-receptores portáteis (dispositivos transmissores-receptores) como rádios CB e não
ligue dispositivos de comunicação como, por ex., telefones móveis, enquanto o scooter elétrico estiver ligado.

2. Fique atento a aparelhos transmissores, como emissores de rádio e TV nos seus arredores e não se aproxime
deles, na medida do possível.

3. Desligue o scooter elétrico em caso de um funcionamento inesperado ou da liberação involuntária dos freios,
assim que puder fazê-lo com segurança.

4. A adição de acessórios ou componentes, bem como modificações no scooter elétrico podem torná-lo mais
suscetível a interferências de ondas de rádio.
Não há nenhuma maneira simples de determinar os efeitos de ondas de rádio sobre a resistência a interferências do scooter elétrico.

5. Comunique todas as ocorrências de funcionamento inesperado e da liberação involuntária dos freios ao revendedor do scooter elétrico, que está indicado no lado interno da capa deste manual.

Nessa ocasião, indique se havia campos de interferência eletromagnética nas proximidades, durante essas ocorrências.
Informação importante:

1. Em geral, um grau de resistência a interferências de 20 volts por metro (V/m) é atingível e eficaz contra interferências eletromagnéticas (data: maio de 1994). Quanto mais alto o grau de resistência a interferências, maior
a proteção.

2. Este produto apresenta uma resistência a interferências de 20 V/m no mínimo.

É imprescindível que você se familiarize com os elementos de comando e a operação do scooter elétrico, antes de utilizá-lo.

FUNÇÕES DOS COMPONENTES:

INTERRUPTOR PRINCIPAL (A)
1. Gire a chave no sentido horário em ON/LIG, para ligar o scooter.
2. Gire a chave no sentido anti-horário em OFF/DES, para desligar o scooter.
3. Gire a chave em , para ligar a luz dianteira.

Botão de seleção da velocidade (B)

O coelho simboliza “rápido” e a tartaruga “lento”.

Ao girar, você controla a velocidade que é transferida ao comando pelo polegar.

Não coloque o scooter em funcionamento na velocidade máxima.

Em aclives, coloque na velocidade máxima e em declives, na velocidade mínima.

Tecla da buzina (C)

Pressione a tecla para acionar a buzina.

Indicação da bateria (D)

Esta indicação informa o estado de carga da bateria.

Se a indicação da bateria se expandir no sentido F, as baterias apresentam carga suficiente.

Se a indicação da bateria se expandir no sentido E, as baterias não apresentam mais carga suficiente.

Verifique o estado da carga das baterias antes da utilização e, se o estado da carga estiver baixo, recarregue as baterias.

Pisca (D2)

Pressione para a esquerda e para baixo, para ligar o pisca para virar à esquerda.

Pressione para a direita e para baixo, para ligar o pisca para virar à direita.

Luz de advertência (D3)

Pressione , para ligar a luz de advertência.

Alavanca de polegar

Ao puxar a alavanca de polegar (E) direita, o scooter se move para a frente. Ao puxar a alavanca de polegar (F) esquerda, o scooter se move para trás. (Esse ajuste pode ser invertido pelo revendedor no local, se desejado.) Ao soltar as duas alavancas, é acionado o freio automático. As alavancas assumem ainda a função de um pedal do
acelerador. Quanto mais você apertar, maior a velocidade (dependendo da posição do comando com o coelho/a
tartaruga).

 

Dispositivo de ajuste do ângulo para barra frontal.
Para alterar o ângulo da barra frontal, puxe o dispositivo de ajuste da barra frontal (G) para baixo e solte-o na posição desejada.

Ajuste de rotação do assento
Ajuste um ângulo confortável, puxando a alavanca (H) para cima, para rotacionar o assento (a) para a direita ou para a esquerda.

Ajuste do assento para a frente/trás
Ajuste uma posição confortável, levantando a alavanca (I), para deslocar o assento (a).

Parafusos borboleta para deslocar o apoio de braço
1. Solte os dois parafusos borboleta (K), para ajustar a largura do apoio de braço, e aperte-os novamente na posição desejada.
2. Ajuste a altura dos parafusos no apoio de braço (J), para ajustar o ângulo do apoio de braço.

Rodas antitombamento
Elas impedem que o scooter tombe. (L1)

Alavanca de giro livre
Se a alavanca estiver na posição N (posição neutra), o scooter desligado pode ser empurrado manualmente. (L)
Com a alavanca na posição D (posição de marcha) você pode conduzir o scooter. A posição normal é a D. (L)

 

CARREGAMENTO DAS BATERIAS

As baterias devem ser carregadas antes da primeira utilização do scooter e também após o uso diário,
sempre que possível. Para isso são necessários o scooter e o carregador de baterias.
O carregador pode variar dependendo do país. O processo de carga pode ser diferente do descrito a seguir.
Para mais informações, entre em contato com o seu revendedor especializado autorizado.
Certifique-se de que a chave de ignição está em OFF/DES.

1. Insira o cabo do carregador de baterias na conexão na saída do carregador. A posição correta pode ser consultada na figura acima.
2. Insira a outra extremidade do cabo do carregador na tomada elétrica.
3. Ligue o aparelho. Normalmente, a lâmpada LED (Power/lig) se acende quando há corrente elétrica.
4. O processo de carga é iniciado. Durante o processo de carga, o LED (processo de carga) permanece aceso em
laranja. Quando o LED troca para a cor verde, as baterias estão carregadas.
5. Indicador de LED
– LED (POWER/LIG) – ACESO EM VERDE: ligado.
– LED (CHARGE/CARGA) – ACESO EM LARANJA: processo de carga em curso/ACESO EM VERDE: baterias
com carga completa
6. Eliminação de problemas do carregador
A. LED (POWER/LIG) não se acende
– Verifique se a tensão de entrada (115 V/230 V) corresponde à tensão ajustada.
– Se o LED não se acender mesmo assim, o carregador precisa ser verificado e reparado.
B. LED (CHARGE/CARGA) não se acende
– Verifique se a conexão de encaixe foi estabelecida corretamente.
– O LED (CHARGE/CARGA) se apaga quando as baterias estão totalmente carregadas.
– Se o LED não se acender mesmo assim, é provável que uma bateria esteja com defeito.
C. Lâmpada LARANJA não troca para VERDE
– As baterias não podem ser carregadas. Verifique as baterias e retire-as.
D. Lâmpada LARANJA troca imediatamente para VERDE
– Verifique se as baterias estão totalmente carregadas. Se não for esse o caso, é provável que a bateria
esteja com defeito.
– Verifique as baterias e retire-as.

O tempo de carregamento varia de acordo com a carga residual restante. As baterias não são danificadas se o tempo de carregamento necessário for ultrapassado. Não há a possibilidade de sobrecarga.

Considere as seguintes regras:

– Carregue as baterias completamente, ao menos, uma vez por mês (ou com mais frequência, se o scooter
for utilizado regularmente). Carregue as baterias sempre após uma viagem com mais de 3 km de extensão.
– Carregue as baterias por completo, antes de deixar o scooter por um longo período sem uso (1 mês ou mais),
e carregue as baterias novamente, antes de voltar a utilizar o scooter.
– As baterias atingem sua potência plena somente após a utilização do scooter e precisam ser carregadas até
10 vezes antes de atingirem a potência plena. A mesma coisa acontece ao amaciar um carro novo.

DESMONTAGEM DO SCOOTER ELÉTRICO

Desmontagem do cesto Puxe o cesto (O) para cima.

Desmontagem do assento.
Puxe a alavanca (H) e o assento (a) para cima.

Cobertura traseira do compartimento
Abra a cobertura do compartimento (P) no sentido da seta.

Desmontagem das baterias

Desconecte o feixe de cabos (Q) para as áreas dianteira e traseira, abra as cintas das baterias (R) e desconecte as conexões das baterias (S), para retirá-las (b). (Figuras 16 e 17)
Tome cuidado ao retirar as baterias, pois elas são pesadas.
Nunca deixe o polo + da bateria entrar em contato com metais, pois isso é perigoso.

Desmontagem da estrutura dianteira e traseira

Puxe o componente da estrutura com gancho (T) para trás, para soltar a estrutura dianteira e traseira. (Figura 18)

 

MONTAGEM DO SCOOTER ELÉTRICO

Para montar os componentes do scooter elétrico basta executar as etapas de desmontagem na sequência inversa.

Abaixo você encontra algumas breves instruções. Você pode consultar o posicionamento dos componentes nas figuras da página 12.

1. Movimente a barra frontal para cima e para o lado, com a ajuda do dispositivo de ajuste da barra frontal.

2. Instale o cesto dianteiro.

3. Insira as baterias no compartimento para baterias.

4. Coloque o assento no suporte do assento e levante a alavanca (H), para encaixar o assento em seu suporte.

Em seguida, gire o assento para travá-lo na posição desejada.

MANUTENÇÃO E CUIDADOS

Limpeza do scooter:
Se o scooter estiver sujo, passe um pano úmido com pouco sabão. Não limpe o scooter com água corrente, para não correr o risco de danificar os componentes elétricos. Encere o scooter com cera automotiva.

Manutenção do scooter:
Os trabalhos de manutenção e reparos podem ser realizados apenas por revendedores especializados e autorizados. Os seguintes pontos têm de ser verificados regularmente:
– Pressão de pneu entre 2,41 e 2,75 bar
– Fixação firme de todas as conexões elétricas
Armazenamento do scooter elétrico:
Estacione o scooter elétrico em um local seco.

Indicação:
Superação de obstáculos aprox. 50 mm (figura 22).
O scooter elétrico pode superar fendas de aprox. 170 mm de largura. Para isso, é preciso conduzi-lo em linha reta sobre a fenda. (Figura 23)

FUNCIONAMENTO DO SCOOTER ELÉTRICO

Teste os seguintes ajustes para aumentar o conforto de condução, se for necessário.

– Adapte a posição do assento.
– Ajuste a largura dos apoios de braço em uma posição confortável.
– Ajuste o ângulo da barra frontal.

1. Antes de utilizar o scooter, verifique o seguinte:
– Alavanca de giro livre na posição D
– Botão de seleção da velocidade na posição de tartaruga

2. Sente-se no scooter e acione a chave de ignição. O indicador deve indicar carga completa.

A luz de advertência de autodiagnóstico não pode estar piscando.

3. As alavancas de polegar devem estar bem acessíveis quando você apoia suas mãos no guidão em uma posição
confortável. Com a alavanca direita você movimenta o scooter para frente e com a esquerda, para trás. Se você
soltar as duas alavancas, o scooter para.

O scooter está equipado com um freio automático. Se você soltar a alavanca de polegar, o freio imobiliza o scooter.

4. Você guia o scooter movimentando a barra frontal no sentido em que você quer ir.

5. Pratique a condução em uma área sem obstáculos. Comece pela velocidade mais baixa e conduza para a frente e para trás. Pratique virar. Depois de algum exercício, você pode aumentar a velocidade, girando o botão de
seleção da velocidade no sentido do coelho.

6. Se a indicação da bateria estiver em E, é preciso que você carregue as baterias em breve.

7. Após finalizar uma viagem, antes de descer do scooter, desligue-o com a chave de ignição.

8. Se não for utilizá-lo mais no mesmo dia, carregue imediatamente as baterias.

Para mais informações consulte o capítulo CARREGAMENTO DAS BATERIAS

Considere as seguintes regras:

– Solte a alavanca de polegar e aguarde até o scooter parar totalmente, antes de trocar da marcha para a frente
para a marcha à ré ou vice-versa.
– Ao virar, movimente as rodas dianteiras em um círculo amplo, para que as rodas traseiras possam fazer a curva sem dificuldades.
– Utilize o scooter apenas onde é possível andar com segurança.
– Dirija sempre em uma velocidade lenta ao dirigir em marcha à ré, em descidas, rampas, terrenos irregulares ou ao subir em uma guia.

Outras informações operacionais:
Subida: provavelmente, você precisará aumentar a velocidade. Antes de uma descida, diminua a velocidade novamente.
Descida: Sempre conduza lentamente em descidas e coloque o comando da velocidade em uma posição próxima à tartaruga. Quanto mais próximo o comando da velocidade estiver da tartaruga, mais lentamente andará o scooter. Entretanto, o scooter não acelera autonomamente na descida por causa do freio automático, de modo que ele será acionado se você tentar conduzir muito rápido.

Subir a guia da calçada: Conduza lentamente em ângulo reto na direção da guia da calçada. Com um scooter com 4 rodas é possível desviar um pouco do ângulo reto. Não suba em guias mais altas do que 50 mm.
Se a luz de advertência de autodiagnóstico piscar, você pode identificar o problema com base na visão geral e, então, tomar as medidas necessárias.
Se o scooter apresentar defeito e precisar ser deslocado, desça, coloque a alavanca de giro livre na posição N, empurre o scooter até um local seguro e coloque a alavanca de volta na posição D.
No caso improvável de um erro de indicação, você deve restaurar o sistema de indicação desligando e ligando novamente através do interruptor principal. O circuito da indicação é independente do controle do motor. Um erro de indicação não tem influência alguma sobre o controle da velocidade do scooter.

ELIMINAÇÃO DE PROBLEMAS

A seguir você encontra algumas sugestões para a eliminação de problemas que podem surgir no scooter. No painel de comando se encontra uma luz de advertência de autodiagnóstico.

Para verificar a luz de advertência de autodiagnóstico, acione a chave de ignição e conte quantas vezes a luz de advertência pisca.

Pisca Descrição Significado

1 Estado de carga baixo da bateria As baterias estão quase vazias.
– Carregue as baterias.

2 Erro bateria baixa As baterias estão vazias.

– Carregue as baterias.

– Verifique as baterias e as respectivas conexões e cabos.

O código intermitente especificado acima para “Erro bateria baixa” é obrigatório conforme diversas normas de segurança.

O scooter emite um sinal de aviso visual e acústico, se a tensão das baterias cair abaixo de 90% ou se a alimentação elétrica falhar. Para alertá-lo disso, a lâmpada pisca brevemente duas vezes. Este código tem prioridade sobre todos os outros códigos intermitentes do sistema.

3 Erro tensão da bateria alta A tensão da bateria está muito alta. Este erro pode ocorrer em caso de excesso de carga e/ou longas descidas.
– Reduza a velocidade nas descidas, para minimizar o
efeito de recarregamento.

4 Tempo esgotado limite de corrente ou sobreaquecimento do controlador
A corrente nominal máxima do motor foi excedida por muito
tempo.
– Provavelmente, o scooter foi bloqueado. Desligue o
controlador, aguarde alguns minutos e ligue-o novamente.
– É provável que o motor esteja com defeito. Verifique o
motor e as respectivas conexões e cabos.

5 Erro freio de imobilização
A alavanca de liberação de um freio de imobilização foi acionada ou o freio de imobilização apresenta defeito.
– Verifique o freio de imobilização e as respectivas
conexões e cabos.
– Verifique se todos os interruptores correspondentes
estão na posição correta.

6 Função de marcha bloqueada
Uma função de parada está ativada, surgiu um bloqueio da
carga ou um estado OONAPU (Out Of Neutral At Power Up –
fora da posição neutra na ligação).

– Elimine a condição de parada(assento levantado, etc.).

– Desconecte o carregador de baterias.

– Verifique se o cabo do acelerador está na posição
neutra ao ligar o controlador.

– Provavelmente, é preciso reajustar o cabo do acelerador.

7 Erro potenciômetro de velocidade
Provavelmente, o cabo do acelerador, o potenciômetro de
limitação da velocidade, SRW ou os respectivos cabos apresentam defeito.
– Verifique o cabo do acelerador, o potenciômetro de velocidade e as respectivas conexões e cabos.

8 Erro tensão do motor O motor ou os respectivos cabos apresentam defeito.
– Verifique o motor e as respectivas conexões e cabos.

9 Outros Possivelmente, há um erro interno do controlador.
– Verifique todas as conexões e cabos.

Outros problemas

Baixa pressão dos pneus: encha os pneus até 2,41 a 2,75 bar.

A lâmpada no carregador não troca para verde durante o carregamento: dirija-se ao seu revendedor especializado
autorizado.

O scooter não anda apesar de você ter acionado a chave de ignição:

1. Verifique a indicação do estado de carga no painel de comando. Ela deve estar acesa nas áreas verde, amarela e vermelha.

2. Verifique a luz de advertência de autodiagnóstico. Ela não pode estar piscando. Se ela estiver piscando, identifique o problema com base na visão geral acima.

3. Verifique a fixação firme de todas as conexões elétricas.

4. Dirija-se ao seu revendedor especializado e autorizado, caso se trate de um outro problema.

Especificações Scott

  • Comprimento total 1200 mm
  • Largura total 628 mm
  • Altura total 1190 mm
  • Rodas: dianteiras 290 mm
  • Rodas: traseiras 290 mm
  • Peso com as baterias 96,4 kg
  • Velocidade máxima 12 km/h
  • Capacidade 136 kg
  • Distância ao solo 60 mm
  • Inclinação máxima do plano 10 graus
  • Altura máxima da guia 50 mm
  • Raio de giro 1540 mm
  • Suspensão na frente e atrás
  • Freio eletromecânico
  • Tipo de assento Assento giratório de altura média com estofamento premium, apoio de cabeça e ajuste deslizante
  • Largura do assento 455 mm
  • Parâmetros do motor 700 W, 4500/min
  • Parâmetros da bateria (2) 12 V 50 Ah
  • Peso da bateria 31,3 kg
  • Autonomia 42,5 km
  • Carregador 5 A externo
  • Sistema eletrônico Chave de ignição ON/LIG e OFF/DES, indicação do estado da carga, botão de controle da velocidade

Produtos relacionados Scooter Scott X

Pronta Entrega
R$13.490,00

Parcele em 12x de R$1.124,17 s/ juros

Á Vista R$12.815,50 Pix, Boleto

R$2.530,00

Parcele em 12x de R$210,83 s/ juros

Á Vista R$2.403,50 Pix, Boleto

Pronta Entrega
R$13.490,00

Parcele em 12x de R$1.124,17 s/ juros

Á Vista R$12.815,50 Pix, Boleto

SUPERFISIO

25 anos de tradição atendimento exclusivo via: 

📞Clique aqui WhatsApp Consultor de Vendas SUPERFISIO.

Acesse nosso canal do Youtube clique aqui.

SOBRE NÓS

A SuperFisio iniciou suas atividades para atender a necessidade dos Brasileiros por produtos de Fisioterapia, Ortopedia, Ergonomia, Fisioterapia e Estética.

O nosso maior objetivo é o de orientar e suprir as necessidades dos clientes que buscam produtos específicos, com qualidade, preço justo e com melhor atendimento

WWW.SUPERFISIO.COM.BR